E-commerce registra menor crescimento desde 2001

E-commerce cresceu em 7,4% e registrou um faturamento de R$44,4 bilhões

Patrícia Junqueira Fagundes

O comércio eletrônico brasileiro cresceu em 7,4% no ano passado e registrou um faturamento de R$44,4 bilhões, mas apesar do crescimento nas vendas, teve o menor avanço desde 2001, de acordo com relatório da consultoria Ebit, companhia do Grupo Buscapé.

O crescimento do setor desacelerou em comparação ao ano de 2015 que registrou 15% de aumento no faturamento e em relação aos 24% registrados em 2014. Ou seja, apesar do comércio eletrônico ter crescido em ano de recessão na economia, o número ainda é baixo.

O número de compras pela internet feitas através de dispositivos móveis, como os celulares e tablets, também aumentou em 2016. 12,5% dos consumidores compraram por esse meio em 2015, enquanto no ano passado essa porcentagem foi de 21,5%.

Segundo informações da Fipe Buscapé, os preços nas lojas de comércio eletrônico estão diminuindo em relação ao ano passado. O mês de janeiro registrou uma queda de 3,13% nos preços em comparação ao mesmo mês de 2016. Em fevereiro, a queda foi de 1,95%, enquanto em março houve deflação de 2,36%.

Para a especialista em marketing digital, Fernanda Secco, a praticidade do serviço e os preços mais baixos oferecidos pelo comércio eletrônico atraem mais clientes, por isso acredita que este mercado ainda continua forte em comparação as lojas físicas. “Você tem a facilidade de comparar os preços ao mesmo tempo, você está em um site comparando vários produtos e consegue ver ali o que você quer, você consegue ir no site do concorrente e olhar o que tem, além de poder comprar de onde estiver”, explica.

De acordo com Fernanda, o que pode ser feito para o comércio eletrônico voltar a crescer, é desenvolver um ambiente de compras de fácil utilização e procurar entender o consumidor para descobrir o que ele quer. “ O consumidor quer ser bem atendido, qual é o relacionamento com ele? Como está o atendimento? Os preços? O que você vai oferecer? Como funciona a forma de navegação? Como você vai disponibilizar as informações? Entendendo para quem você está ofertando os seus produtos, você descobre como fazer isso”, afirma. “ E claro que por mais que você faça promoção, tenha um bom atendimento e produto adequado, se a economia não ajudar, não tem jeito”, completa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s